Campanha de Vacinação contra Poliomielite 2016

A Campanha de Vacinação contra a Poliomielite foi adiada para setembro devido as Olimpíadas.

“Quando há outros eventos acontecendo, os pais possivelmente podem achar que não é importante ir naquele momento. Para que a gente possa realmente ter toda uma mobilização do serviço de saúde e um grande esforço para atingir a meta de vacinação, é necessário mudar a data de vacinação para este período”, afirma Carla Domingues, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Como a doença está erradicada no Brasil desde 1990, a variação do mês não prejudicará a imunização.

A Poliomielite é uma doença viral que pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total. Também chamada de Paralisia Infantil que, apesar do nome, pode afetar também os adultos.

De acordo com o Ministério da Saúde, o último caso de poliomielite registrado no Brasil aconteceu há 27 anos.

Afeto-de-Mãe-Paralisia-Infantil-1

O poliovírus pode ser transmitido por meio de água e alimentos contaminados ou pelo contato direto com a pessoa infectada. É tão contagiosa que pode ser pega no ar.

A vacina contra a pólio é aplicada no Brasil em três doses. Desde 2012, aquelas que nunca foram vacinadas contra a Paralisia Infantil recebem as duas primeiras doses aos 2 e 4 meses de vida através da vacina injetável, já a terceira dose, aos 6 meses e o reforço aos 15 meses, pela vacina oral.

Vamos ficar atentas à Campanha que deverá ocorrer na segunda quinzena de setembro de 2016 nos postos do SUS.

Neste ano a vacina passa a ter indicação para as crianças entre 6 meses e 5 anos que não tenham tomado até agora as doses recomendadas para proteção.

Afeto-de-Mãe-Paralisia-Infantil-2

Fonte: Minhavida.com.br; g1.globo.com; folha.uol.com.br

Imagens: Google

Postado por Carla Ikeda Biscaldi Clobucar

                        Afeto de Mãe

Comentários

Comentários