Entrevista com Mauren Veras, a criadora do desenho O Cocô Amigo

Uma mãe na tentativa de ajudar o seu filho a realizar o desfralde do cocô, desenha de forma criativa e explica a importância de que o cocô gosta mesmo de sentir livre, sem fraldas. O Afeto de Mãe conversou com ela.

Em sua rede social do Instagram na última semana ela disse: “Já tentei de tudo pro Elvis completar o desfralde e, além do xixi (que já tá tranquilo), fazer também cocô no vaso. Não quero forçar a barra porque acho que é pior, então deixo pra que isso aconteça no tempo dele. Mas sempre estimulando. Uma dos artifícios que criei foi esse livrinho ilustrado, mas ele não se pilhou ainda. Acho que o negócio é voltar a ele de vez em quando… Sei lá!  Então compartilho para que as mamães e papais que estiverem com o mesmo problema em casa (sei que existe muito por aí) tentem com mais esta carta na manga. Vai que dá certo! Boa sorte e me contem depois.”

Fizemos o contato direto com ela, que nos recebeu de forma muito carinhosa e respondeu as nossas perguntas.

Pedimos que contasse mais sobre ela.

Mauren – Meu nome é Mauren Veras, tenho 37 anos, moro em Viamão-RS, sou casada e tenho dois filhos: o Elvis, com 3 anos e 4 meses, e a Ramona com 5 meses. Sou cartunista e também trabalho com conteúdo para internet. Minha mais nova paixão é o bordado.”

De onde surgiu a sua ideia de incentivar o seu filho através de desenhos?

Mauren – Eu já trabalho com desenho de humor, mas meu trabalho como cartunista é mais voltado para o público adulto, principalmente as mães. Estou há meses vivendo o processo de desfralde com meu filho, acho que ficou ainda mais difícil depois que a maninha dele nasceu. Lendo aqui e ali  sobre desfralde, descobri que existem livros sobre o tema e que os livrinhos são ótimos para trabalhar as etapas de transição da infância, como a que ele tá vivendo. Resolvi eu mesma fazer um para ele, desenhando um menino que fosse semelhante a ele, com o cabelinho parecido e tudo mais. Ele curtiu o livro, só ainda não se animou a fazer cocô no vaso ainda hehe. Na verdade, ele fez uma vez há um tempo atrás. A gente fez festa, foto e tudo. Mas nunca mais. Não estou forçando a barra, acho que estimulando de forma positiva ele vai acabar fazendo tudo sozinho.”

Você pensa em fazer um livro com essas ilustrações e ajudar tantas outras famílias?

Mauren –  Eu gostaria, mas preciso de uma editora. Na verdade, não tenho ideia de por onde começar. Aceito sugestões!

E a pergunta final, conseguiu o desfralde com o desenho do O amigo cocô?

Mauren Como falei antes, ele ainda não se animou, mas recebo todos os dias mensagens de mães me agradecendo porque depois da leitura os filhos foram para o vaso fazer cocô sem stress, bem mais animados com a novidade. Isso me deixou muito feliz, porque o livrinho acabou cumprindo a sua função. E mesmo as crianças que não se animaram com o vaso, acabam curtindo a história.

Se você ainda não viu as ilustrações, segue abaixo:

 

Comentários

Leave a comment