Laringite

Pode ser que você seja acordada por uma tosse que se parece com a de um cachorro durante a madrugada e percebe que o resfriadinho do seu filho virou um grande problema. A mucosa que recobre a laringe (canal de passagem de ar para os pulmões e que contém as cordas vocais) pode ter inflamado.

A laringite é uma doença geralmente viral, mas pode ter origem alérgica (por isso não se resolve com antibióticos e muito menos com xaropes), comum em crianças, caracterizada pelo surgimento súbito de uma “tosse de cachorro” (ou tosse ladrante, no termo médico).

Em crianças pequenas de 1-4 anos ela merece atenção, pois pode provocar inchaço na laringe e na traquéia obstruindo a passagem de ar e dificultando a respiração.

bebe-fazendo-inalacao-0000000000001BA5

A criança pode ficar rouca e ter febre baixa e deve ser imediatamente acompanhada por um médico principalmente se você ouvir um barulho enquanto ela respira inclusive em repouso. Esse barulho é chamado de estridor laríngeo, um sinal que ela precisa ser medicada.

Na maioria dos casos a tosse é pior nas duas primeiras noites e depois a doença evolui como uma gripe forte e pode durar de 7-10 dias.

tosse dormindo

Depois de medicada corretamente por um médico que poderá receitar corticóides orais e inalatórios, algumas soluções caseiras podem ajudar no desconforto:

-deixe a criança respirar o vapor do chuveiro durante as crises de tosse e acalme-a contando uma história, por exemplo;

-evite que ela chore ou grite;

-o ar frio ajuda a reduzir o inchaço nas vias aéreas então deixe-a respirar o ar fresco da noite;

-ofereça muita água;

-limpe o nariz com soro fisiológico muitas vezes ao dia;

spray-sinusite-crianca-sinusite-doente-gripado-1342189585854_956x500

Se você perceber qualquer desconforto para respirar procure o pronto atendimento de um hospital imediatamente. Consulte sempre seu médico.

Referencia:

Sociedade Brasileira de Pediatria

Site Baby Center

Informações de Pediatras

Imagens: Google

por Ana Carolina Menegatti Fernandes

 

Comentários

Comentários