Ajude seu filho dormir.

Doutor, meu filho não dorme estamos todos esgotados! É assim que muitos pais chegam ao consultório depois de um longo e batalhado período lidando com um filho que além de exigir muitos cuidados durante o dia, não sossega à noite.

Até o 3º mês de vida é normal que o bebê  acorde de duas a três vezes para mamar durante o período noturno, esse ritmo é habitual.

As crianças que são amamentadas têm dificuldade para iniciar o sono (leia mais sobre o sono do bebê aqui) até que sejam colocadas no peito. como-tirar-a-mamada-da-madrugada-doutissima-istock-getty-imagesAdormecem por pouco tempo e qualquer movimento que os façam interromper a mamada faz com que acordem (como ser colocados no berço, por exemplo).

Como isso é muito trabalhoso, muitas vezes o berço é colocado ao lado da cama dos pais e para completar, na hora da mamada o bebe é posto na cama do casal. A tendência dessa situação é prolongar-se. Mais tarde quando a criança aceitar a iniciar o sono em seu próprio quarto exigirá a presença de um deles. Em alguns casos acorda no meio da noite e se acomoda na cama do casal.

É necessário que os pais tenham consciência de que seu filho precisa tornar-se forte para tolerar gradativas frustrações e que sua individualidade progressiva será valiosa para o desenvolvimento emocional.

colo1

Na medida em que esses limites passam a ser colocados, a criança tem a oportunidade de vivenciar uma condição mais independente e assegurar-se de que não se concretizam as ameaças de medo e abandono.

Dessa forma, a criança vai se tranquilizando e consequentemente o sono se regulariza.

Na prática isso se traduz em algumas atitudes:

-em torno do 5º mês podem ser colocados no seu próprio quarto após a última mamada do dia;

-não é necessária a permanência dos pais ou da babá;

-caso acorde chorando um dos pais deve atendê-lo por um curto período, acariciando-o, oferecendo água, trocando as fraldas (se necessário) e logo colocá-lo para dormir novamente;

-se em seguida voltar a chorar, repetir a mesma sequencia por mais quantas vezes forem necessárias;

-se ainda sim persistir acordado pode-se deixar chorar por alguns minutos antes de acudir, pois o bebe pode muitas vezes chorar dormindo;

-é aconselhável que os pais se revezem durante a noite, pois a participação paterna é fundamental;

sono-de-anjinho

A criança entre dois e cinco anos de idade, bem como os escolares, têm o habito de deitar muito tarde (onze horas, meia noite). Arrumam todo tipo de coisa para fazer, mas o que querem mesmo é ficar com os pais. Alguns casais justificam essa atitude alegando chegarem tarde em casa e que essa é a  maneira de ficarem próximos.

É importante a colocação de limites, com explicações claras sobre as regras da casa, a necessidade de cada um ter ser espaço, seu quarto, o tempo de estarem juntos. Disciplinar as ocorrências noturnas é fundamental:

-o horário habitual de uma criança nessa idade ir para cama e dormir é entre 8 e 9 horas da noite;

-um dos pais poderá permanecer alguns minutos no quarto;

-pode-se nesse tempo contar uma história;

-deixá-lo em seguida para que durma;

-caso vá para o quarto dos pais a noite, será reconduzido para seu quarto;

Em certas situações os pais ficam muito inseguros ou são incapazes de tomar atitudes disciplinadoras, ainda que com orientação. Então pode ser válido o recurso de terapia de casal ou familiar. Em caso de distúrbios do sono, sob extrema orientação médica, poderão ser utilizados, temporariamente, medicamentos que possam facilitar o sono da criança.

É importante lembrar que cada criança é única e que todas tem seu tempo. Seguir o seu coração é fundamental!

Por Ana Carolina

Referencia

Dr. Saul Cypel – Departamento de Pediatria do Hospital Israelita Albert Einstein – Meu filho não dorme bem

Imagens: Google

Comentários

Comentários