O Dia de Aprender Brincando será em 17/05/2018 – Participem!

Aprender Brincando é uma causa que a marca OMO levanta a bandeira, já que nossos pequenos estão cada vez mais longes de brincadeiras ao ar livre e no próximo dia 17 de maio, acontece a terceira edição do movimento global liderado por OMO que busca conscientizar pais e educadores sobre a importância da prática de atividades em espaços abertos e convida educadores e escolas a brincar fora da sala de aula.

Em todas as culturas, o livre brincar sempre foi uma atividade natural da infância. Nos últimos anos, a presença maior da tecnologia e mudanças culturais e sociais afetaram consideravelmente o modo como as crianças vivem essa fase. Para que o brincar se mantenha presente, desde 2015, acontece a iniciativa global “Dia de Aprender Brincando“.

A data celebra e inspira o aprendizado e as brincadeiras ao ar livre envolvendo pais, alunos e professores. Promovida pela terceira vez no Brasil por OMO, com suporte da Cidade Escola Aprendiz, a data incentiva a prática de brincadeiras e outras atividades externas durante o período de aula. Este ano, a data escolhida é 17 de maio.

Para o pediatra Daniel Becker, criador da “Pediatria Integral”, brincar ao ar livre pode gerar mais inteligência, criatividade e bom humor nos pequenos. “Evidências apontam que brincar livremente desenvolve nas crianças habilidades fundamentais para vida adulta, em todos os níveis: físico, cognitivo, emocional e social. Brincando a criança vai desenvolver melhor seu corpo, cultivar a imaginação e a capacidade de solucionar problemas e conviver em grupo. E vai ser mais feliz, simplesmente”. Ele ressalta ainda que “a redução do tempo dedicado ao brincar, tão em voga nos dias de hoje, pode gerar impactos negativos muito importantes no indivíduo quando adulto, e, portanto, para a sociedade como um todo”.

Raiana Ribeiro, gestora do Programa Cidades Educadoras, da Associação Cidade Escola Aprendiz, lembra ainda da importância do brincar e aprender ao ar livre para a criação de territórios democráticos, inclusivos e que exerçam um papel educador na vida dos sujeitos. “Brincar é uma das formas pelas quais a criança assimila e compreende o mundo. Logo, vivenciar os potenciais educativos da cidade por meio destas práticas é reconhecer e defender uma educação que não se restringe às salas de aula, mas que se dá em todos os espaços e ininterruptamente ao longo da vida”, diz.

Em 2016, mais de 18 mil crianças de 136 escolas brasileiras participaram do Dia de Aprender Brincando. No ano seguinte, 1.100 escolas no País estiveram engajadas, somando 165 mil crianças dedicadas a brincadeiras. Este ano a meta é engajar ainda mais crianças e com foco no tema da sustentabilidade e reciclagem do plástico.

“Acreditamos no potencial do Dia de Aprender Brincando não só para as crianças, mas também para pais e educadores se conscientizarem da importância de permitir e estimular seus filhos e alunos a entrar em contato com a natureza, se sujar, experimentar e se desenvolver de forma saudável. São esses momentos que marcam a infância e os relacionamentos”, afirma Giovanna Gomes, diretora de marketing de OMO Brasil.

Pais e escolas podem se inscrever e ter mais informações CLICANDO AQUI, onde também é possível pesquisar mais sobre a iniciativa, além de ter acesso a diversas sugestões de atividades, esse ano com foco em reciclagem do plástico, para fazer com as crianças ao ar livre não apenas neste dia, mas o ano todo. Instituições de ensino de todo o país já estão sendo mobilizadas.

O déficit do brincar

Estudo com mais de 12 mil pais e crianças em 10 países, incluindo o Brasil, mostra que as crianças de hoje têm cada vez menos tempo para brincar em espaços abertos. O levantamento foi conduzido pela Edelman Intelligence, em 2016, e revelou que quase dois terços (64%) dos pais acreditam que seus filhos têm menos oportunidades de brincar do que eles quando eram crianças. Além disso, os pais consideram que mais da metade das crianças (56%) gastam apenas uma hora ou menos por dia brincando ao ar livre. Quase uma em cada dez crianças (8%) nunca brinca ao ar livre. Enquanto estudos sugerem que as crianças precisam de 3 a 4 horas de brincadeiras não estruturadas e ativas a cada dia para atingir a estimulação adequada dos sistemas sensoriais vestibular, proprioceptivo e tátil (National Association for Sport and Physical Education, 2002).

Sobre a iniciativa “Momentos que Marcam”

“Momentos que marcam” é uma causa promovida por OMO dentro do posicionamento Se Sujar Faz Bem. A marca é líder no mercado brasileiro de detergentes pós e líquidos da Unilever, com uma filosofia única na categoria de lavanderia. Acreditamos em momentos que marcam: as crianças precisam de brincadeiras livres que lhes permitam explorar e experimentar em abundância, sair e se sujar, porque são essenciais para que descubram, experimentem, aprendam e se desenvolvam de forma saudável. Em parceria com pais, educadores e especialistas em desenvolvimento infantil, estamos investigando as melhores maneiras de estimular as crianças a brincar, explorar e se sujar todos os dias, para que possam descobrir, aprender, se relacionar e se desenvolver em todo o seu potencial. O Conselho Consultivo “Se Sujar Faz Bem” é um grupo de especialistas que aconselha a causa “Se Sujar Faz Bem”. Globalmente, inclui Sir Ken Robinson, Dr. Stuart Brown e representantes dos parceiros OMO. No Brasil, OMO conta com a consultoria da especialista Priscila Cruz.

Vamos participar e incentivar as brincadeiras ao ar livre?

Comentários

Leave a comment