Preparada para viver a maternidade?

O foco na maternidade será que deve ser na mãe ou no filho?

Por um lado dizemos que precisamos estar bem para poder cuidar dos nossos filhos e por outro que damos um jeito para qualquer situação quando se trata dos nossos filhos.

Desafiador, não acham?

Precisamos estar no meio termo sempre. Tá, mas falar é tão fácil. Quero ver mesmo é colocar em prática diante de uma posição tão linda, feliz, intensa, triste, solitária, pra sempre, fácil, turbulenta e tão deliciosamente sofrida ou sofridamente deliciosa que é o instinto materno.

Sim, sim, pra mim maternidade e instinto materno são a mesma coisa e não existe uma fórmula mágica ou um padrão. É feeling. Ou temos ou não temos. Ahhh simples assim mesmo.

E sabe o quê? Todas nós temos.

Eu, há muito tempo parei de me projetar como boa mãe no futuro, parei de exigir de mim estar preparada para essa ou aquela situação. Parei de buscar informações para quando a Isabella estiver “grande”.

Passei a viver a maternidade leve quando entendi que a única coisa que eu realmente precisava fazer era respirar, pausar e daí sim agir de acordo com o meu feeling materno. Que é único. Diferente do seu, do da minha mãe, sogra, amiga e irmã. Cada mãe tem o seu. Porque cada uma é mãe de um jeito e cada filho também tem o seu próprio jeitinho.

E eu queria que vocês começassem a semana assim, confiantes no que fazemos e no que sentimos. Com a certeza de que o que cada uma de nós faz pelos nossos filhos é o certo. Mesmo que aos olhos de outras mamães não seja.

A maternidade é sim intensa e única e está dentro de cada uma de nós.

Ótima semana! 😘😘

Carla Biscaldi – mãe de Isabella

Comentários

Leave a comment